A contabilidade que a sua empresa precisa

A CONTABILIDADE QUE A
SUA EMPRESA PRECISA!

Abra sua empresa e tenha uma contabilidade completa.

Converse conosco!
Já possui empresa aberta e quer mudar de contabilidade

JÁ POSSUI EMPRESA ABERTA E
QUER MUDAR DE CONTABILIDADE?

Nós migramos toda a contabilidade de forma rápida e fácil.

Converse conosco!
MEI, temos soluções em contabilidade para você

MEI, TEMOS SOLUÇÕES EM
CONTABILIDADE PARA VOCÊ!

A contabilidade que cabe no seu bolso!

Converse conosco!

Complexo Mineroindustrial em MG reduzirá importações de fertilizantes em 15%

O vice-presidente e ministro do MDIC, Geraldo Alckmin, participou, nesta quarta-feira (13), ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da cerimônia de inauguração do Complexo Mineroindustrial da Eurochem, em Serra do Salitre, no Triângulo Mineiro.

O complexo fornecerá 1 milhão de toneladas de fertilizantes fosfatados por ano para a agricultura brasileira, contribuindo com a diminuição da dependência das importações do produto em 15%, em linha com os objetivos do Plano Nacional de Fertilizantes (PNF) e da Nova Política Industrial.

Atualmente, mais de 87% dos fertilizantes usados pela agricultura são importados, ao custo de US$ 25 bilhões anuais – dinheiro que sai do país para gerar divisas e empregos no exterior.  O horizonte do PNF é chegar a 2050 com uma produção nacional capaz de atendar entre 45% e 50% da demanda interna.

“Esse dinheiro (da importação) poderia ter sido pago para empresários aqui dentro, que geram emprego aqui dentro, que geram salário aqui dentro e que geram qualidade de vida aqui dentro”, afirmou o presidente Lula, ao celebrar o novo empreendimento.

Lula chamou os empresários para seguirem o exemplo. “se vocês tiverem disposição de investir, se vocês quiserem investir num país que vai crescer, se vocês quiserem investir num país que vai ser o celeiro do mundo, vocês podem investir em fábricas de fertilizantes, porque nós queremos deixar de ser importadores”, afirmou.

Para Lula, o anúncio da EuroChem não é apenas uma demonstração de confiança da empresa no país. “(A EuroChem) sabe que o Brasil está se transformando muito rapidamente.  Aquilo que a gente dizia, o celeiro do mundo, é o que vai acontecer no Brasil. Não apenas do ponto de vista da  produção de carne, de soja, de  cana.  Mas do ponto de vista também da produção de energia renovável. O Brasil será um país imbatível nesse momento em que a gente discute transição energética e toda a questão climática.”

O vice-presidente, Geraldo Alckmin, considerou o investimento “importantíssimo” na medida em que o país deixará de importar 15% da produção brasileira de fertilizante fosfatado. “Vamos fabricar aqui, gerando emprego e renda”.  O ministro ressaltou que o anúncio vem ao encontro dos objetivos da Nova Indústria Brasil, política industrial lançada pelo governo em janeiro, voltada para os eixos de produtividade, competitividade, sustentabilidade e aumento da capacidade exportadora.  

“E dizer à EuroChem que pode investir mais. O Brasil vive um bom momento”, continuou, citando as quedas do Risco Brasil, do dólar, do desemprego, da inflação, e o aumento da renda das famílias brasileiras. “É a maior renda desde o Plano Real, desde 1995”, celebrou.

Os ministros Alexandre Silveira (Minas e Energia) e Carlos Fávaro (Agricultura) também participaram do evento.

Durante a cerimônia, Silveira assinou portaria que cria o Plano Decenal de Mapeamento Geológico e Levantamento de Recursos Minerais, que permitirá “que a mineração saiba para onde está indo”, e o Conselho Nacional de Política Mineral (CNPM).

Sobre o Complexo Mineroindustrial, afirmou que o aumento da produção de fertilizantes vai impactar positivamente a produção de alimentos. “Fertilizante mais barato reduz o preço da comida”, explicou.

Já Carlos Fávaro anunciou, durante a cerimônia, a habilitação concedida pelo  governo chinês para 38 novas plantas frigoríficas brasileiras implantadas de uma vez. “Confiança no Brasil e respeito aos laços de amizade estabelecidos com a volta do presidente Lula”, explicou.  “Estamos implementando o crescimento sustentável da nossa agropecuária.”

Na cerimônia também estavam presentes o Diretor-Presidente da EuroChem América do Sul, Gustavo Horbach, e seu presidente global, Oleg Shiryaev, além do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, o vice-governador, Mateus Simões, e o prefeito de Serra do Salitre, Paulo Silveira de Melo.

O empreendimento -  Esta é a primeira unidade de mineração da EuroChem fora do continente europeu e contou com investimento de US$ 1 bilhão. A previsão é que o complexo chegue a fornecer 1 milhão de toneladas de fertilizantes fosfatados por ano para a agricultura brasileira — o equivalente a 15% da produção nacional.

Toda a produção do Complexo será destinada ao mercado interno, ou seja, vai apoiar a produtividade da agricultura brasileira e, como consequência, fortalecer a segurança alimentar no país.

O empreendimento gerou 3.500 empregos durante a fase de obras e 1.400 empregos durante a operação.

A EuroChem é uma empresa global com sede na Suíça, especializada na produção de fertilizantes de alta qualidade. É um dos líderes do segmento e um dos únicos produtores dos três principais macronutrientes da agricultura: nitrogênio, fosfato e potássio.  Está presente no Brasil desde 2016.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Retirado do site IdealNews - TI-IDEAL)


Compartilhar


Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

Olá!

Escolha alguém do nosso time para conversar.

CST Soluções Empresariais

CST Soluções Empresariais

WhatsApp
WhatsApp